Mount Olympian

Missão narrada para Nico Woodsen H. Homes

Ir em baixo

Missão narrada para Nico Woodsen H. Homes Empty Missão narrada para Nico Woodsen H. Homes

Mensagem por Selene em Qui Out 03, 2013 2:21 pm



Pégaso perdido
Nico estava tranquilo, num passeio perto da floresta, ele escutou ao longe um relincho, pensou que poderia ser algum campista treinando hipismo e não ligou para o som, mas assim que ouviu mais uma vez e outra, repetidamente, correu para ver o que estava acontecendo.

Informações:
- Narre o que estava fazendo antes de escutar o relincho.
- Entre na floresta sem permissão mesmo.
- Siga o som e encontre dois ciclopes que não querem deixar-te seguir seu caminho.
- Termine ai e espere por mais informações.
Selene
Selene
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 88
Data de inscrição : 29/07/2013
Localização : Sky

Ficha Meio-Sangue
Infrações:
Missão narrada para Nico Woodsen H. Homes Left_bar_bleue0/0Missão narrada para Nico Woodsen H. Homes Empty_bar_bleue  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Missão narrada para Nico Woodsen H. Homes Empty Re: Missão narrada para Nico Woodsen H. Homes

Mensagem por Nico Woodsen H. Homes em Qui Out 03, 2013 6:57 pm




O Pégaso Perdido


...E a moça colocou a mão em meu ombro, pude sentir uma aura forte, seus cabelos cor de mel não paravam de crescer, seus olhos verdes lembravam-me aos gramados dos campos mais belos do mundo... Agora a moça entrelaçou seus braços de cor pálida em mim – Não morra... – Meus olhos arregalaram – Porque diz isso? – Pergunto assustado. Meu coração disparou e uma luz intensa tomou conta do local...

[...]

- Nico! Acorde, já estamos nos aprontando para sair aos treinos - Dizia Lily enquanto balançava-me de um lado para o outro sem parar – Estou acordado! – Levantei-me assustado com o que aconteceu – Um sonho? – Minha respiração estava “a mil” – Do que está falando Nico? Vamos! Temos que sair! – Lily penteava seu cabelo longo enquanto colocava seus apetrechos na bolsa, Leah estava do outro lado, não sabia qual era o “gênero” dela, nunca a encontrei no chalé de Afrodite, apenas hoje – Bom Dia Leah? – Ela revira os olhos – Bom dia Nico. – Colocou suas coisas nas costas e partiu, aquilo era estranho, mas tinha algo nela que me atraía Leah quase não falava comigo, mas eu gostava dela...

Agora Lily já estava pronta, me deu um beijo e partiu para os treinos. Estava sozinho no chalé – Bem, treino... – Peguei meu arco, escudo, adaga etc. Nunca gostei do treinamento na academia e o instrutor me dava nos nervos quando me pedia para fazer 100 flexões – Vou “gazear” – Falei já saindo do chalé.

- Bom Dia... – Falava para todos que passavam por ali. De minha cintura tirei um de meus livretos e comecei minha leitura. Não demorou muito para alguém me interromper – Bom Doa Nico, como está meu anjo? – Era Bianca, a filha de Apolo que sempre estava em quase todos os locais que eu frequentava. Não me surpreendi ao ver ela ali, pois o refeitório do acampamento sempre está cheio de vida – Bom Dia Bianca. – Fechei o livreto e o coloquei de volta à cintura – Vou passear agora, não quero pegar o treinamento físico sabe. – Sorri – Ah, como sempre certo? Tudo bem, então vou treinar - Ela saiu saltitando na direção da Arena.

O barulho dominava o local, campistas perambulavam e berravam por ali – Não vou conseguir ler nada aqui. – Disse eu indo à direção da floresta, lá era um lugar calmo, onde podia ficar em um ambiente agradável e “normal”...
Subi no troco velho jogado ao chão e voltei a ler meu livreto. “Contos” era o nome dele, nunca tinha lido por completo, pois tinha muitas histórias sem sentido e que não conseguia entender, sempre carregava comigo um dicionário, mas dessa vez não tinha como achar um ali.

Estava tudo indo muito bem, acabara de passar um bom tempo usufruindo de sabedoria e cultura, mas um barulho me incomodou, ao longe pude ouvir um barulho irritante, um relincho. Olhei na direção ao estábulo, mas não pude ver absolutamente nada por estar longe – Deve ser algum semideus praticando... – Volte minha atenção ao livreto... Mais uma vez o mesmo barulho se formava, só que dessa vez mais alto – Isso não é normal. – Peguei o arco e guardei o livreto que estava em mãos, corri na direção do barulho...

- Semideus daqui não passará – Dizia um dos ciclopes com os braços cruzados. Acabara de chegar próximo ao local, mas fui interrompido pelos dois ciclopes marrentos – Porque eu não posso passar? – O segundo ciclope, também com os braços cruzados falou – Não poderá passar. – O que era aquele barulho? Por que os Ciclopes não me deixavam passar dali?Perguntas surgiram em minha mente...
aqui




Armas:
♥ Um escudo grande de Ouro Divino espelhado - Pode transforma-se em qualquer acessório para um fácil transporte, Seu espelho pode mostrar qualquer localização. pode ajudar quando o filho de Afrodite está perdido, quando quer seguir os passos de alguem, quando quer partir pra algum lugar que não sabe onde fica ou quando tem algum objeto perdido.[indestrutível - volta sempre pro dono] {by: Afrodite}
- Adaga Envenenada [paralisa por uma rodada]
❊ Pingente de bronze: pingente em forma da letra E, feito de Bronze. Quando acionado pode transformar em uma espada ou uma lança de bronze.
❊ Pomo de Ouro: maçã de ouro maciço. Ao comando do usuário libera um aroma adocicado que atordoa a todos ao seu redor [vira um pingente em forma de uma maçã de ouro]
Arco Grande de Prata

Usar::
2x Nectar dos deuses [recupera 50 hp e cura ferimentos médios]
Nico Woodsen H. Homes
Nico Woodsen H. Homes
Servos de Éris
Servos de Éris

Mensagens : 82
Data de inscrição : 10/07/2013
Idade : 22
Localização : Chalé de Afrodite

Ficha Meio-Sangue
Infrações:
Missão narrada para Nico Woodsen H. Homes Left_bar_bleue0/0Missão narrada para Nico Woodsen H. Homes Empty_bar_bleue  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Missão narrada para Nico Woodsen H. Homes Empty Re: Missão narrada para Nico Woodsen H. Homes

Mensagem por Selene em Sex Out 04, 2013 2:22 pm



Pégaso perdido
_Você não passará e ponto final! - O ciclope maior disse.
Nico o encarou e revirou os olhos.
_Se não vão me deixar passar por bem, será por mal...

Informações:
-Lute contra eles, mate-os.
-Siga seu caminho.
-Aguarde por mais informações.
(O HP foi recuperado)
Selene
Selene
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 88
Data de inscrição : 29/07/2013
Localização : Sky

Ficha Meio-Sangue
Infrações:
Missão narrada para Nico Woodsen H. Homes Left_bar_bleue0/0Missão narrada para Nico Woodsen H. Homes Empty_bar_bleue  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Missão narrada para Nico Woodsen H. Homes Empty Re: Missão narrada para Nico Woodsen H. Homes

Mensagem por Nico Woodsen H. Homes em Sex Out 04, 2013 5:59 pm




O Pégaso Perdido


- Se não vão me deixar passar por bem, será por mal... – Disse eu enquanto olhava fixamente no único olho do ciclope maior que não saia de sua posição com os braços cruzados – Pois bem... – O segundo ciclope falou com um sorriso estampado em sua face – Tome distância, como somos dois, você terá de enfrentar um á um e eu sou o primeiro... – O ciclope deu um passo à frente – Tudo bem então... – Caminhei a certa distância – Vamos começar! – Berrei enquanto uma armadura se formava em meu corpo... Um fleche se forma e agora onde tinha um pingente, estava uma espada apontada para o ciclope.

- Boa apresentação semideus, gostei de você – Falava o ciclope menor enquanto o maior não tirava seu olho de mim,parecia está me analisado por completo. Dei uma rápida olhada para o ciclope maior – Não posso utilizar todo meu poder no primeiro, o segundo está me analisando. – Murmurei e voltei minha atenção ao ciclope que iria enfrentar – Tente acompanhar meus pulos! Esqueci-me de perguntar... Qual seu nome? – Antes que pudesse responder a pergunta da criatura sou surpreendido com o pulo do mesmo – Morra! – Ele esticou suas pernas na intenção de me esmagar com elas e desceu em uma velocidade surpreendente. Dou um mortal para trás seguido de mais um pulo na tentativa de pegar distância de onde o ciclope atingiria, mas sou arremessado levemente para cerca de cinco metros de distância dele por conta do impacto com o chão.
Consegui me equilibrar e cair em pé – Conseguiu se livrar de meu ataque, mas ainda está com problemas de equilíbrio. – Falava o ciclope enquanto levantava-se da cratera que acabara de criar com seu pulo – Vamos tentar mais uma vez! – Antes que pudesse piscar o ciclope já estava no ar com a mesma investida, tinha que pensar em algo urgentemente ou seria esmagado ali mesmo.

Tirei o anel do que levava no dedo transformando-o em um escudo de ouro e dei um salto mortal para trás seguido, mais uma vez, de um salto, mas agora quando pousei coloquei o escudo á frente evitando que o impacto da queda me levasse para longe como antes. Consegui perceber a fraqueza do ciclope, quando ele pousava e criava sua cratera, tinha que recuperar-se do ataque. Girei minha espada e corri na direção do ciclope que acabara de se levantar da cratera – Ei você! – Desfiro um ataque na horizontal em sua perna direita e dou um pulo para trás, colocando meu escudo á frente no caso de o ciclope querer revidar.

Ele gritou, o corte que desferi era profundo, mas não muito grave para um ciclope – Maldito... – Ele se recuperou ainda cambaleando por causa do corte – Dessa vez vou te esmagar! – Gritou, já preparando um novo pulo.

Transformei o escudo em um simples anel novamente e a espada em um pingente e os guardei, coloquei minha mão nas costas à procura de meu arco, tinha um plano. Como esperado o ciclope deu um de seus saltos, mas esse saiu um pouco fraco por conta de sua ferida na perna. No ar, a criatura se encolheu, parecia-me um daqueles saltos de piscina que sempre fazia – Olha a bomba! – Berrou o ciclope vindo, encolhido, em uma velocidade incrível.

Arregalei os olhos ao ver aquela bola de carne vindo em minha direção, estava com apenas meu arco em mãos, tinha que desviar – Vamos lá! –Falei e pulei para trás, sendo jogado pelo impacto do ciclope com a terra, já esperava aquilo. Pousei no chão em pé e de minha mão se materializou uma flecha, que coloquei no arco e gritei – Ciclope! – Ele se levantou – Atirei minha flecha na direção de seu machucado... Escutei os berros que aquela criatura fazia enquanto tentava retirar a flecha do ferimento, ele olhou para mim – Você... Porque de repende meu ódio desapareceu? Não consigo te matar... – Estava hipnotizado e eu tinha que aproveitar aquela situação. Guardei meu arco e preparei a espada, corri na direção do ciclope hipnotizado – Morra! – Saltei em direção a seu olho e encravei minha espada no mesmo fazendo-o virar pó negro.

Girei minha espada e a transformei de volta em um pingente, escorreguei minha mão ao arco e o trouxe à frente, materializei uma nova flecha e atirei-a contra o ciclope mais alto, que permanecia em sua posição inicial.

A flecha foi em contato do ciclope, que simplesmente saltou para o lado desviando-se da flecha, aquilo não me impressionou, o que me chamou atenção foram às rachaduras que se formaram quando aquele “monstro” saltou, não era ágil, mas tinha uma força incrível – Matou meu irmão... Não sente nada fazendo uma coisa dessas comigo? – Assenti, uma das coisas que mais odiava era a morte – Não, Ou era ele ou era eu... Nunca darei minha vida para outra pessoa – Materializei uma nova flecha, coloquei no arco e o posicionei – Vamos! – Disse eu.

Ele sorriu – Como quiser! – Correu em minha direção surpreendendo-me com sua velocidade monstruosa. Saltou na minha direção jogando seu punho. Atirei minha flecha para o nada e me joguei para o lado desviando-me do soco do ciclope. Rapidamente me recuperei, guardei meu arco, acionei meu escudo e espada.

Pude ouvir risadas macabras vindo do longe – Vou te matar! – O ciclope que antes parecia quieto e normal, agora estava como um maníaco querendo me devorar. Não demorou muito para que ele se levantasse e corresse mais uma vez em minha direção. A cada passo que dava formava-se uma cratera ao chão na forma de seu pé...
Um ciclope desgovernado vinha em minha direção, guardei o escudo e ativei o pomo de ouro. O ciclope diminuía cada vez mais sua velocidade. Embolei para meu lado direito e consegui evitar sua investida, guardei minha espada, escorreguei minha mão para a cintura e de lá, retirei minha adaga.

O Ciclope estava atordoado, cambaleava de um lado para o outro fazendo o chão tremer levemente – Você... Não vai... - Atirei minha adaga contra o ciclope indefeso, que agora não podia mais se movimentar como antes. A adaga fura o peitoral do ciclope, mas vai ao chão – Uma simples adaga não vai... – O ciclope não terminou sua fala, estava paralisado. Transformo o pomo de volta à forma de um pingente e aciono a espada.

Corro na dirão dele e pulo contra seu único olho, que em minha opinião, é a parte mais delicada da fera, encravo minha espada em seu olho transformando-o em pó também...

Depois de descansar um pouco e pegar meus materiais, sigo meu caminho à procura do barulho...  




Armas:
♥ Um escudo grande de Ouro Divino espelhado - Pode transforma-se em qualquer acessório para um fácil transporte, Seu espelho pode mostrar qualquer localização. pode ajudar quando o filho de Afrodite está perdido, quando quer seguir os passos de alguem, quando quer partir pra algum lugar que não sabe onde fica ou quando tem algum objeto perdido.[indestrutível - volta sempre pro dono] {by: Afrodite}
- Adaga Envenenada [paralisa por uma rodada]
❊ Pingente de bronze: pingente em forma da letra E, feito de Bronze. Quando acionado pode transformar em uma espada ou uma lança de bronze.
❊ Pomo de Ouro: maçã de ouro maciço. Ao comando do usuário libera um aroma adocicado que atordoa a todos ao seu redor [vira um pingente em forma de uma maçã de ouro]
Arco Grande de Prata

Habilidades Utilizadas :
♥Flecha do Amor: Materialize flechas e acerte o inimigo, o efeito será de criar a ilusão do amor pela primeira coisa que ver além de causar o dano
normal de um ataque de flecha. Em seres realmente maus e das sombras causam um dano muito grande.

♥Perícia com arco-e-flecha: Não melhor que os filhos de Apolo e as caçadoras, os filhos de Afrodite possuem uma boa habilidade com o manejo de arco-e-flecha.

◙ Frieza: Para causar a discórdia é preciso ser frio, ignorar os sentimentos e se focar no objetivo.

◙ Pericia com espadas: Mesmo sem nunca ter tocado em uma o semideus saberá utilizar a espada com qualidade.

♨ Armadura de Fogo ♨ Um pulseira feita de duas tiras de couro negro. Quando acionado vira uma armadura de ferro estinge completa, protege de ataques físicos e de fogo. [By: Héstia] ( estava em Poderes Herdados, por esse motivo não coloquei em "Arma" )
Nico Woodsen H. Homes
Nico Woodsen H. Homes
Servos de Éris
Servos de Éris

Mensagens : 82
Data de inscrição : 10/07/2013
Idade : 22
Localização : Chalé de Afrodite

Ficha Meio-Sangue
Infrações:
Missão narrada para Nico Woodsen H. Homes Left_bar_bleue0/0Missão narrada para Nico Woodsen H. Homes Empty_bar_bleue  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Missão narrada para Nico Woodsen H. Homes Empty Re: Missão narrada para Nico Woodsen H. Homes

Mensagem por Selene em Sab Out 05, 2013 11:29 am



Pégaso perdido
O semideus escutou um gritinho desesperado que vinha da direção contrária, decidiu virar-se e seguir na direção do grito, ele sabia que poderia ser uma ninfa em perigo. E seu palpite estava correto, três ninfas estavam sendo perseguidas por um cão infernal, Nico decidiu ajudá-las.

Informações:
-Ajude as ninfas livrando-se do cão infernal.
-Após isso diga que ouviu novamente os relinchos e siga o som.
Selene
Selene
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 88
Data de inscrição : 29/07/2013
Localização : Sky

Ficha Meio-Sangue
Infrações:
Missão narrada para Nico Woodsen H. Homes Left_bar_bleue0/0Missão narrada para Nico Woodsen H. Homes Empty_bar_bleue  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Missão narrada para Nico Woodsen H. Homes Empty Re: Missão narrada para Nico Woodsen H. Homes

Mensagem por Nico Woodsen H. Homes em Seg Out 07, 2013 6:06 am




O Pégaso Perdido


Pude sentir que estava próximo daquele barulho, mais um pouco e finalmente conseguiria chegar, mas fui interrompido por gritos vindo de meu lado oposto – Agora não... – Disse eu já preparando meu arco. Pela intensidade do som dos gritos, logo pude perceber que ninfas estavam em perigo e eu tinha que ser rápido, corri na direção de onde saía os gritos desesperadores.

- Socorro! Ajudem-nos! Alguém! – Gritava uma das ninfas enquanto corria do cão infernal, no total eram três, pensei bem entes de interferir, tinha que ver o que era aquele relincho, mas o barulho já tinha sumido – Vamos – De minha mão surgiu uma flecha, coloca-o em meu arco e atiro contra cão infernal, que ao sentir, desvia-se da flecha e fixa sua atenção em mim.

- Ponto? – Materializo uma nova flecha e coloco-a no arco – Pode vir! – O cão avança em uma velocidade incrível surpreendendo-me, que em questão de segundos estava próximo de mim, atiro minha flecha contra o cão, mas ele desvia e salta em minha direção... Fui arremessado longe com a cabeçada que acabara de receber do cão infernal, sorte que estava com a armadura de Héstia ativa ou aquela investia se tornaria grave.

Levanto-me devagar enquanto a criatura me observa com seus olhos vermelho cor de sangue, tinha cerca de dois de altura, não era um dos maiores, sua pelugem negra e sombria fazia-me sentir um leve arrepio na espinha – Ótimo... – Agacho e toco o chão. O cão corre em minha direção, mas é interrompido pela grande quantidade de pétalas que o rodeavam de todos os lugares fazendo-o parar sua investida e observa-las.

Ao longe o cão podia ver uma flecha negra vindo em sua direção e tenta desviar, mas era tarde, de qualquer jeito ele seria pego pela flecha, ele tenta saltar, mas é atingido na pata sendo levado ao chão, o fogo corroia seu corpo lentamente enquanto ficava em uma ilusão do amor. O cão que antes se via bravo e demoníaco, agora estava apaixonado pela grande quantidade e pétalas que caída do céu. Em meio a elas apareci, já com a espada em mão – Impossível resistir – falei quando vi o cão se movendo de um lado para o outro – acabara de ser atingido pela flecha do amor junto das chamas negras, está completamente iludido pela chuva de pétalas – De minha face, deixei escapar um sorriso perverso e sombrio. Girei minha espada agilmente passando-a pelo pescoço da criatura transformando-a em pó...

Olhei paras as ninfas, que ainda me pareciam assustadas, caminhei lentamente até elas – Tenham cuidado da próxima vez – Sorri – O-Obrigado – Dizia todas de uma vez só.

Pude ouvir o relincho mais uma vez, o barulho que antes tinha se dispensado, agora acabara de voltar e mais forte – Tenho que ir – Falei para as ninfas e corri na direção do barulho estranho.







Armas:
♥ Um escudo grande de Ouro Divino espelhado - Pode transforma-se em qualquer acessório para um fácil transporte, Seu espelho pode mostrar qualquer localização. pode ajudar quando o filho de Afrodite está perdido, quando quer seguir os passos de alguem, quando quer partir pra algum lugar que não sabe onde fica ou quando tem algum objeto perdido.[indestrutível - volta sempre pro dono] {by: Afrodite}
- Adaga Envenenada [paralisa por uma rodada]
❊ Pingente de bronze: pingente em forma da letra E, feito de Bronze. Quando acionado pode transformar em uma espada ou uma lança de bronze.
❊ Pomo de Ouro: maçã de ouro maciço. Ao comando do usuário libera um aroma adocicado que atordoa a todos ao seu redor [vira um pingente em forma de uma maçã de ouro]
Arco Grande de Prata

Habilidades Utilizadas :
♥Flecha do Amor: Materialize flechas e acerte o inimigo, o efeito será de criar a ilusão do amor pela primeira coisa que ver além de causar o dano
normal de um ataque de flecha. Em seres realmente maus e das sombras causam um dano muito grande.

♥Perícia com arco-e-flecha: Não melhor que os filhos de Apolo e as caçadoras, os filhos de Afrodite possuem uma boa
habilidade com o manejo de arco-e-flecha.

♥Chuva de Pétalas: Depois de criar as rosas, os filhos de Afrodite conseguem fazer com que as pétalas se soltem da rosa e voem por todo lado causando distração e atrapalhando a visão do inimigo.

◙ Frieza: Para causar a discórdia é preciso ser frio, ignorar os sentimentos e se focar no objetivo.

◙ Pericia com espadas: Mesmo sem nunca ter tocado em uma o semideus saberá utilizar a espada com qualidade.

Usando:
♨ Armadura de Fogo ♨ Um pulseira feita de duas tiras de couro negro. Quando acionado vira uma armadura de ferro estinge completa, protege de ataques físicos e de fogo. [By: Héstia] ( estava em Poderes Herdados, por esse motivo não coloquei em "Arma" )
Nico Woodsen H. Homes
Nico Woodsen H. Homes
Servos de Éris
Servos de Éris

Mensagens : 82
Data de inscrição : 10/07/2013
Idade : 22
Localização : Chalé de Afrodite

Ficha Meio-Sangue
Infrações:
Missão narrada para Nico Woodsen H. Homes Left_bar_bleue0/0Missão narrada para Nico Woodsen H. Homes Empty_bar_bleue  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Missão narrada para Nico Woodsen H. Homes Empty Re: Missão narrada para Nico Woodsen H. Homes

Mensagem por Selene em Seg Out 07, 2013 4:24 pm



Pégaso perdido
Certo, após seguir o seu caminho Nico encontra uma alcatéia de três de lobos, cada um com 2,5 metros, ameaçando o pobre pégaso.
Ele terá de usar um item que Selene deixou em seu bolso sem que ele notasse.

Saquinho de pó mágico:  Amansa animais e cura feridas.

Tal pó mágico poderá ser usado em apenas DOIS animais, um deles sendo o pégaso que está assustado e com ferimentos em suas asas, e em só UM dos lobos, Nico terá de lutar contra os outros, ou seja, matá-los. Boa sorte.
Selene
Selene
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 88
Data de inscrição : 29/07/2013
Localização : Sky

Ficha Meio-Sangue
Infrações:
Missão narrada para Nico Woodsen H. Homes Left_bar_bleue0/0Missão narrada para Nico Woodsen H. Homes Empty_bar_bleue  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Missão narrada para Nico Woodsen H. Homes Empty Re: Missão narrada para Nico Woodsen H. Homes

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum