Mount Olympian

Ficha de Reclamação de Jonny Blaze

Ir em baixo

Ficha de Reclamação de Jonny Blaze

Mensagem por Jonny Blaze em Qua Jul 24, 2013 7:19 pm

Progenitor(a) Divino: Hefesto
Progenitor(a) Mortal: Angélica
Local de nascimento:França
Cor dos Olhos: AmareloIntenso
Cor dos Cabelos: PretoEscuro
Estatura: Alta
Prefere ficar no(a): Ataque
É uma pessoa tímida? Um pouco
Faz o que os outros dizem? As vezes
É uma pessoa forte ou insegura? Nenhum dos dois.
Sempre segue o plano? Depende da situação
Por que escolheu a divindade como progenitor: Bom pra começar gostaria de dizer que desde pequeno sempre fui muito chegado em quebrar as coisas só para conserta-las novamente, e melhora-las nunca entendi por que mas eu era bom nisso. Não me queimava como as outras pessoas e sempre me senti atraído por construir, forjar. Quero ser filho de Hefesto por que me identifico com ele, me traio pelo fogo, quero ser o fogo!
História:
Era um dia chuvoso, nublado e muito frio no interior da cidade de Paris. Uma mulher jazia grávida tateando os muros da cidade sentindo muitas dores na barriga. Ela sentia muitas dificuldades para andar e se manter em pé, seu nome era Angélica. Estava a caminho do hospital em seu 8 mês e alguns dias de gravidez, sua bolsa havia estourado a mais ou menos 15 minutos, sendo solteira e sozinha sem família, sem ninguém Optou por ir andando até o hospital.

Após mas 5 minutos caminhando com muita dificuldade e ainda por cima de baixo de uma chuva terrível chegou ao hospital. Ela abriu a porta cambaleando e sorrindo por finalmente ter chegado. Caiu no chão sucumbindo ao cansaço e dor, rapidamente os médicos de plantão correram até ela, a colocaram na maca e a levaram para a emergência.
Após uma operação de risco que durou 4 horas, os médicos conseguiram salvar seu bebê mas infelizmente Angélica não resistiu.

A criança por ter a mãe morta em seu parto, Foi deixada em observação no hospital por 1 semana, na esperança de algum parente ou até mesmo o pai pudesse ir busca-la.
Durante a semana uma das enfermeiras, chamada Isabel, se encantou pelo bebê e passou a cuidar dele dentro do hospital.

Quando Isabel percebeu que a criança iria ser mandada para um abrigo para depois ser adotada, ela não pensou duas vezes, Pegou a criança, arrumou as malas e foi para os EUA, ficou na casa de sua mãe que a princípio não gostou da ideia mas também tomou gosto pelo bebê com o passar dos dias. Dias... que logo viraram semanas... e depois meses...
O menino cresceu, por volta de seus 10 anos, acasa fora invadida pelo ex namorado de Isabel, sua "mãe". Era o Ex namorado dela querendo que a moça voltasse com ele, prometendo mundos e fundos para ela, mas Isabel negou.

O homem não gostou de sua atitude, entrou na casa, amarrou Isabel, sua mãe e o menino um em cada acadeira, foi a cozinha e pegou uma faca. Devagar começou a cortar não profundamente nem fatalmente a mãe de Isabel, torturando-a depois espancando-a, matando-a de tantos ossos quebrados miserável, como pôde fazer isto a uma idosa.

Mas ele não parou por ai. Seguiu até Isabel a próxima em sua frente, desamarrou-a aplicando-a golpes no rosto. A violentou depois cortou-lhe a garganta, pobre Isabel, morreu sendo obrigada a ver seu sangue jorrar se seu pescoço, sentir a vida deixar seu corpo, olhar nos olhos de seu "filho" e não conseguir dizer adeus...

O pobre menininho que só sabia chorar foi tomada por uma raiva sobre-humana. Levantou-se puxando a cadeira na qual estava amarrado junto e investiu contra o assassino de sua família. Lhe deu uma cabeçada muito forte, derrubando os dois no chão, o menino estava com um olhar de puro ódio, seu corpo fervia sua temperatura só sabia aumentar e aumentar até que chegou ao seu limite.
Quando o menino pode perceber suas mãos estavam pegando fogo... literalmente.... Ele começou a se debater desesperado, mas infelizmente amarrado não pôde fazer muito, caiu sentado no sofá e inconsequentemente pondo fogo no mesmo.
As cordas queimaram até se partir e solta-lo da cadeira. Não estava mais amarrado, mas também não estava seguro. A casa em sua volta havia começado a pegar fogo e ele estava parado no meio dele mas não sentia absolutamente nada além de uma calmaria confortável.

Ao olhar em volta pode ver o assassino queimar lentamente urrando de dor, seu coração se encheu de ódio novamente, seu sangue fervilhou de novo enquanto o fogo a sua volta só aumentava. O menino soltou um grito ensurdecedor de ódio e triste, fazendo com que o fogo se alastrasse pela casa toda, saindo pelas janelas, quebrando portas e derrubando paredes.

Após alguns minutos ali parado olhando para o nada se sentindo sozinho no mundo o menino saiu da casa consumida pelo fogo. Atravessou a cidade mancando até chegar em uma praça, ficou sentado em um banco ali a madrugada inteira chorando e se culpando pelo que houve.

O tempo passou e o menino foi de mendigo para assistente de ferreiro, depois de mais alguns anos ganhando somente metade de um salário mínimo, comprou um pequeno estabelecimento onde montou sua "forja" aos poucos e viveu ali desde então, trabalhando para comer e dormir....

Os anos se passaram e esse menino a quem foi dado o nome de Jonny Blaze, começou a "sair" com um de seus clientes que em questão de tempo virou seu amigo, melhor e único amigo.

Batalha:
Em uma tarde ensolarada e quieta, Jonny e seu amigo Steven, saíram para andar de skate como faziam de costume todos os domingos a tarde e dias de semana de madrugada.

Chegaram na pista e perceberam um certo silêncio assustador e chato.

- Ué cade todo mundo?

- Devem ter ido a fera comprar DVD's...

- Verdade, melhor que sobra tempo para praticarmos vamos!

Jonny e Steven como de costume adentraram a pista e começaram seu "showzinho" de manobras improvisadas e existentes.

Foi quando algo aconteceu, Jonny parou de andar e ficou de costas para a pista olhando a entrada da mesma pela qual podia-se ver entrar uma espécie de Névoa branca, fria e espeça.
Steven parou ao seu lado observando o local igualmente preocupado, a Névoa adentrou na altura de seus tornozelos, fria e cheirando a cadáver.

Um uivo pode ser ouvido atraindo a atenção dos garotos para uma forma preta que adentrava lentamente a Pista de skate, passando pela névoa pode ser visto um grande cão, muito grande mesmo. Ele uivou novamente e correu na direção dos meninos que rapidamente rolaram cada um para um lado. O cão ficou em dúvida mas logo investiu em Jonny que por sua vez foi pego de surpresa caindo no chão e usando os braços para segurar/afastar o cão que tentava morder seu rosto.

Foi neste momento que Steven Retirou de sua mochila uma espécie de clava e investir contra o cão numa velocidade aparentemente lenta, mas como o cão estava distraído foi o suficiente para chegar perto e desferir um golpe nas costelas do cão forte o bastante para o empurrar pra o lado tirando-o de cima de Jonny.

Jonny se levantou rapidamente, Steven lhe entregou uma espécie de Adaga, Assim que a pegou voltou sua atenção para o cão que havia virado novamente na direção deles, o cão investiu contra eles, Jonny desviou Steven não conseguiu e fora arremessado para trás, batendo de costas na parede e desacordando.
Jonny aproveitou a chance que teve e pulou nas costas do cã, cravando a adaga no topo de sua cabeça. O cão se debateu fazendo com que Jonny caísse no chão.

Reunindo forças Jonny se levantou e pois-se de frente contra o cão que o encarava numa distância de 2 metros. O cão e Jonny correram ambos um na direção do outro, ao chegarem numa distancia de mais ou menos 30 centímetros, Jonny esquivou para a direita fazendo o cão passar direto. Mas não em vão, Jonny pulou e chutou a adaga que estava na cabeça do cão mais para dentro, cravando-a no cérebro do cachorro.

Ele pegou a adaga novamente e viu o cão virar uma espécie de pó dourado, sentou-se ao lado de Steven e esperou que ele acordasse.

Assim que Steven acordou, viu Jonny e o pó dourado, respondeu todas as perguntas de Jonny e depois contou-lhe tudo sobre os deuses e deusas, e levou-o para o acampamento, apenas com as roupas do corpo,o skate e a adaga que Steven deixou com Jonny.

avatar
Jonny Blaze
Filhos de Hefésto
Filhos de Hefésto

Mensagens : 4
Data de inscrição : 24/07/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de Reclamação de Jonny Blaze

Mensagem por Tânatos em Qua Jul 24, 2013 9:29 pm

Muitos erros.
A historia quase nao fala de você.
E a batalha está incoerente.


Reprovada
avatar
Tânatos
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 722
Data de inscrição : 13/06/2013
Localização : Mundo Inferior

Ficha Meio-Sangue
Infrações:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum