Mount Olympian

Ficha de Reclamação de Lucas Stark Granbry

Ir em baixo

Ficha de Reclamação de Lucas Stark Granbry

Mensagem por Lucas S. Ferrucci em Seg Jun 10, 2013 8:44 am

Progenitor(a) Divino: ARES
Progenitor(a) Mortal: Jessica Stark Granbry
Local de nascimento:Hos... Nova Iorque
Cor dos Olhos: Azul Claro
Cor dos Cabelos: Castanho Claro
Estatura: Mediana
Prefere ficar no(a): Ataque
É uma pessoa tímida? Não
Faz o que os outros dizem? Não
É uma pessoa forte ou insegura? Forte
Sempre segue o plano? Depende da situação
Por que escolheu a divindade como progenitor: Pela sua vontade e um certo amor por guerras, lutas e mortes ( o que mais prefere), o desejo por sangue, sendo facilmente igualado ao seu pai, daria tudo pra honrar seu nome, dentro e fora de guerras, tornando seu pai o melhor.
História:
Lucas era um garoto problematico na escola, quase todo dia ele ia a diretoria por causa de suas brigas com outro alunos,não se importava se
era suspenso ou expulso.O Garoto só gostava das brigas.
Um dia chamaram a mãe de Lucas na escola,o garoto tinha visto sua namorada com outro garoto,e o mesmo foi tomar satisfação,o garoto que estava com a namorada de Lucas deu um soco no rosto de Lucas.Lucas então passou a mão na região que ele tinha acertado o soco era perto de sua boca e tinha aberto um pequeno ferimento.Lucas limpou o sangue que estava saindo e foi em direção ao outro garoto, Lucas deu uma joelhada no estomago dele, depois uma cutuvelada em sua nuca.O Garoto caiu no chão desacordado.
Lucas no dia seguinte arrumou uma mala e fugiu de casa,em busca de um lugar para ficar, o garoto entra em uma floresta, lá o mesmo ouve uma voz em sua cabeça dizendo:
-{???}Filho meu, está indo na direção certa!Siga ao Norte...
Lucas não sabia o que era aquilo, talvez ele estivesse doido, mas decidiu seguir o caminho que a voz mandou.Horas depois, Lucas chega a um lugar, de longe poderia ser visto, era um tipo de Acampamento,mas então o garoto ouve alguma coisa ali perto, que saiu dos arbutos, era uma criatura estranha, era meio homem e meio touro,Lucas tinha estudado sobre aquelas criaturas, e chegou a conclusão de que era um Minotauro.
Lucas começa a correr em direção ao acampamento, e o Minatauro vinha logo atrás.
O Minotauro consegui-o fazer um corte no braço de Lucas, e o garoto desmaiou,depois de um tempo Lucas acorda em um tipo de enfermaria e olha para os lados para vê onde o Minotauro está, e vê seu melhor amigo lá.
-{Lucas}Pedro!Quanto tempo eu fiquei aqui?
-{Pedro}4 Dias
Lucas então se levantou e perguntou a Pedro o que era ali.
-{Pedro}Aqui é o Acampamento Meio-Sangue!
Lucas arregalou os olhos e saiu dali,avia algo lhe chamando,Lucas então andou até um tipo de chalé,então ouviu a voz novamente.
-{???}Aqui é sua nova Casa, Meu Filho...
Lucas ficou olhando sua nova "Casa" e adentrou o chalé.
Depois de alguns meses no Acampamento Lucas recebe o resultado do teste de reclamação, e seu Pai era Ares...
Batalha: Logo o sol entrava pelo chalé de Ares iluminando o local, uma forte luz entrou no chalé revigorando-me e acordando-me, me espreguicei bocejando com os olhos semi fechados. Olhei para os lados e meus irmãos e irmãs também acordavam, devagar, mas acordavam.
Levei minha mão até a boca e soltei uma bufarada sentindo o cheiro de meu bafo e após pensei comigo mesmo -Escovar os DENTES... Ótimo... - Levantei-me preguiçoso e me dirigi ao banheiro sonolento, olhei meu reflexo no espelho e decidi que era hora de acordar, tomei uma ducha de água quente e em seguida fui para pia escovar os dentes, enxaguei a boca, coloquei o respectivo uniforme e segui com meus irmãos para o refeitorio apenas levando minha pequena pulseira com um pingente de fênix.

Saboreei o café da manhã e olhei as mesas ao redor, chalé de Hefestos, Afrodite e... Eros. Eu a olhei adimirado, ela conversava com seus irmãos entusiasmada. Logo alguém me chamou -Vamos, Lucas!- sai de minha ilusão e segui o garoto que me chamou. Todos nós seguimos para a arena e eu só pensava nela. Ok!, disse para mim mesmo, ela nunca iria dar bola para mim e como um bom campista eu devia me esforçar em minhas obrigações, mas essa era a vida que eu queria?

Chegamos na Arena e nos sentamos na arquibancada, todos os chalés estavam lá, especialmente o chalé "dela". Estavamos todos conversando e via-se apenas um enorme caixote no centro da arena, o caixote mexia-se de um lado para outro, sendo que a criatura que estava lá dentro devia estar louca para sair. Essa era a minha chance, pensei. Sim, eu queria impressionar a garota, desci os degraus da arquibancada devagar para não tropeçar nos campistas do meu lado -Ei! O que vai fazer Lucas?- Perguntou a mesma voz que me chamara daquela vez, respondi: -Vou dar um show.- Sorri confiante e continuei a descer os degraus.

Ao me aproximar do caixote ele balançou e eu perdi toda minha confiança e a troquei por medo, mas todos estavam olhando e eu não tinha escolha a não ser continuar, meus pés ficaram pesados a cada passo que eu dava, meu corpo estava trémulo, levei minha mão para o caixote e puxei a tábua... Plaft! A tábua caiu no chão e eu afastei me preparando, peguei o pingente de fênix e o transformei no "Phoenix(Meu Arco)" apontado para o caixote, um vulto preto saiu do caixote voando sobre a arena, pensei que fosse algum tipo de espectro, mas então vi um bico, e belas penas cinzas.Sim, era um Grifo.

Tenho que ter uma estratégia, pensei. Levantei o arco para o céu e disparei uma flecha de fogo sem a itenção de acertar a criatura alada, fechei os olhos e... Bum! Um tipo de tocha ia cortando os céus,todos estavam impressionados com aquela flecha, até o Grifo estava distraido. Era minha chance, disparei a flecha sobre a asa esquerda do Grifo e errei, mas acertar um alvo em movimento de primeira não é possivel ou é?
Então dei um grito e disse: -Fênix!!!- Então duas asas do tamanho de meu corpo se criaram a partir das "tatuagens" que eu tenho em minhas costas, e agora começa uma guerra áeria.

O Grifo era mais rápio do que eu, mas eu não perdia as esperanças, peguei meu "Phoenix" e pensei uma flecha de fogo e a mesma se materializou em meu arco e disparei contra o grifo, ele deu um tipo de grito de dor, eu tinha acertado a asa dele,mas ele se virou contra mim e dez um corte em mim com suas unhas,e ele caiu sem hesitar no chão,fui para o chão também e minhas asas sumiram, me aproximei correndo, mas era tarde demais e ele arranhou meu peitoral me jogando contra o chão. Ele pulou sobre mim e ficou com as garras levantadas indo descendo devagar para acertar-me. Eu fui mais rápido, com o arco, acertei sua cabeça libertando-me de suas garras, rapidamente preparei uma flecha e o Grifo avançou, mas parou quando viu a seta apontada para ele, o monstro me acertou com suas asas e voou, uma flecha de fogo se materializou em meu arco e a benção de Eros se ativou e lancei a flecha contra o mesmo,sorri e disse - [color=cyan]Bye-bye[/color- ]Disse com um sorriso estampado no rosto, a flecha perfurou o ponto entre as costelas dele, uma poeira dourada cobriu toda a arena. Ajoelhei-me cansado com o sangue pingando de meu ferimento.
avatar
Lucas S. Ferrucci
Filhos de Ares
Filhos de Ares

Mensagens : 38
Data de inscrição : 10/06/2013
Idade : 22
Localização : Atrás de você

Ficha Meio-Sangue
Infrações:
99/100  (99/100)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de Reclamação de Lucas Stark Granbry

Mensagem por Convidad em Seg Jun 10, 2013 12:59 pm

FICHA LIDA E APROVADA!

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum